segunda-feira, 26 de junho de 2017

Projeto formou agentes comunitários para preservação do patrimônio



Nos dias 23 e 24 junho foi realizado o projeto Preservar - Formação de agentes comunitários para preservação. A oficina gratuita aconteceu no Museu comunitário Casa Schimitt-Presser e reuniu um grupo multidisciplinar para debater as questões sobre o Patrimônio Histórico e Cultural que compõe o Centro Histórico de Hamburgo Velho.

No primeiro encontro os temas abordados pelos ministrantes Jorge Luís Stocker Jr. e Karen Kussler permearam as questões históricas e de evolução urbana do bairro, a atual relação da área com o restante da cidade, além de estudos de caso de outros centros históricos como exemplo de desenvolvimento qualificado. Outros tópicos também foram destacados, como os instrumentos urbanísticos , jurídicos e os mecanismos de financiamento e fomento que podem auxiliar os proprietários a recuperar e conservar os imóveis.

No segundo encontro, com mediação dos ministrantes Markus Wilimzig e Suzana Vielitz de Oliveira, foram abordados aspectos das técnicas construtivas tradicionais, conceitos de identificação e preservação dos bens históricos, além de boas praticas e uma apresentação sobre os danos mais recorrentes nas construções históricas. Os 25 participantes debateram os conteúdos apresentados e visitaram um imóvel histórico do bairro, a Casa Pitanti, para identificar as técnicas empregadas e possíveis patologias, exercitando o olhar crítico e analítico sobre estes aspectos sobre a conservação e boas práticas.

Com a realização da oficina, este grupo está instrumentalizado para atuação como agentes ativos na preservação do centro histórico e para contribuir com a mobilização da comunidade neste sentido. O projeto teve financiamento do Funcultura, através da Secult/NH.















segunda-feira, 5 de junho de 2017

Projeto Preservar – Formação de Agentes Comunitários para a Preservação do Patrimônio Cultural


O tombamento a nível nacional do Centro Histórico de Hamburgo Velho, formalizado no ano de 2015, trouxe grande importância para a pauta da preservação do conjunto arquitetônico e paisagístico. O processo de reconhecimento oficial do sítio foi fomentado desde sua origens pela sociedade civil organizada, em constante contato com os poderes públicos.

O Projeto Preservar consiste em oficinas teóricas e práticas de capacitação para agentes comunitários no Centro Histórico de Hamburgo Velho (moradores, integrantes de organizações do terceiro setor, proprietários de imóveis, estudantes), visando capacitá-los para as questões envolvendo a conservação e a preservação, e valorizando o papel da sociedade civil na gestão compartilhada do Centro Histórico.

A oficina é gratuita e tem vagas limitadas. Projeto contemplado pelo Funcultura - Secretaria Municipal de Cultura de Novo Hamburgo.